quinta-feira, 7 de agosto de 2008

AMIGO PROCURA-SE


“Não precisa ser homem, basta ser humano, basta ter sentimentos, basta ter coração. Precisa saber falar e calar, sobretudo saber ouvir. Tem que gostar de poesia, de madrugada, de pássaro, de sol, da lua, do canto, dos ventos e das canções da brisa. Deve ter amor, um grande amor por alguém, ou então sentir falta de não ter esse amor.. Deve amar o próximo e respeitar a dor que os passantes levam consigo. Deve guardar segredo sem se sacrificar.
Não é preciso que seja de primeira mão, nem é imprescindível que seja de segunda mão. Pode já ter sido enganado, pois todos os amigos são enganados. Não é preciso que seja puro, nem que seja todo impuro, mas não deve ser vulgar. Deve ter um ideal e medo de perdê-lo e, no caso de assim não ser, deve sentir o grande vácuo que isso deixa. Tem que ter ressonâncias humanas, seu principal objetivo deve ser o de amigo. Deve sentir pena das pessoa tristes e compreender o imenso vazio dos solitários. Deve gostar de crianças e lastimar as que não puderam nascer.”

Vinicius de Moraes

3 comentários:

Brancamar disse...

Parabéns Graça e Claúdia!

Parabéns por terem começado com este belo texto, que há muitos anos é uma espécie de cartilha para mim e que nunca me canso de o ler e nunca acho demais ser difundido.
Parabéns sobretudo por ser um projecto conjunto e tão lindo de mãe e filha.
Bem vindas, sei que teremos muito a aprender convosco, duas pessoas que conheci e que são maravilhosas e tenho a certeza têm muito para nos ensinar.
Deixo beijinhos.
Branca

Ovinho Estrelado disse...

Eu sinto-me lisonjeada!

Tenho UM amigo destes!

Até me apetece beliscar-me para ver se é verdade!

Saio feliz!

:)

Graça Lopes disse...

O meu dia começou bem! Agora o Ginásio vai mesmo arrancar! Adorei as visitas. Obrigada.