domingo, 10 de janeiro de 2010

Batem leve... Levemente... :)


Hoje acordámos assim: branquinhos!
A maior parte do País em delírio!
Floquinho daqui, floco dali! Nevões por além! :)

O máximo! :)

Por toda a parte se ouve dizer que há neve!

Pequenos presentes que, excepcionalmente, a Natureza nos oferece e que nos dão vontade de sair para a rua, felizes, para os desembrulharmos!
Quais crianças!


(foto minha)


Balada da Neve

Batem leve, levemente,
como quem chama por mim.
Será chuva? Será gente?
Gente não é, certamente
e a chuva não bate assim.

É talvez a ventania:
mas há pouco, há poucochinho,
nem uma agulha bulia
na quieta melancolia
dos pinheiros do caminho...

Quem bate, assim, levemente,
com tão estranha leveza,
que mal se ouve, mal se sente?
Não é chuva, nem é gente,
nem é vento com certeza.

Fui ver. A neve caía
do azul cinzento do céu,
branca e leve, branca e fria...
- Há quanto tempo a não via!
E que saudades, Deus meu!

Olho-a através da vidraça.
Pôs tudo da cor do linho.
Passa gente e, quando passa,
os passos imprime e traça
na brancura do caminho...

Fico olhando esses sinais
da pobre gente que avança,
e noto, por entre os mais,
os traços miniaturais
duns pezitos de criança...

E descalcinhos, doridos...
a neve deixa inda vê-los,
primeiro, bem definidos,
depois, em sulcos compridos,
porque não podia erguê-los!...

Que quem já é pecador
sofra tormentos, enfim!
Mas as crianças, Senhor,
porque lhes dais tanta dor?!...
Porque padecem assim?!...

E uma infinita tristeza,
uma funda turbação
entra em mim, fica em mim presa.
Cai neve na Natureza
- e cai no meu coração.


Augusto Gil, Luar de Janeiro


(Foto "emprestada", muito "emprestada"! - Lamego, meio do dia)

12 comentários:

Tite disse...

Amiga,

Por aqui só não cai neve porque frio está... demais!!!
Só à lareira se está bem e a continuar assim temos que a lenha comprada seja manifestamente insuficiente.
Eu nasci num país de temperatura amena, isto não me está a acontecer.
Será que tenho que demandar outras paragens?

Brrrrrrr!!!!!
Fui!!!!

Observador disse...

Alguém por aqui falou em frio?

:)

Graça Lopes disse...

Adoro este poema e adoro a neve!
Obrigada Teresa.
Vou ali ao lado ver mais uma vez a "prova do crime" para ver se compreendo melhor! Será que a minha inteligência congelou?
Beijinhos

Pó de Estrela disse...

Teresa
Eu juro que ia fazer um post com esta poesia. Chegou primeiro! Estive quase uma hora com o meu filho no MSN a receber ficheiros de fotografias de neve em Queimada!

A poesia, linda, linda!

Beijinhos, com Pózinho de Neve

Linda disse...

Batem leve, levemente como quem chama por mim!

Ainda bem que é levemente, as vezes só de empurrão ahahaahahahahaahahah

Agora a sério!!! Eu não gosto do Inverno mas acho a neve lindíssima( coisas de quem não bate bem) e que pena de não ter nevado para os meus lados!

Bjs nevados Ginastas queridas!!!

Anónimo disse...

Boa noite aos ginastas,
bonito de se ver!
Adultos e crianças em plena batalha de bolas de neve, como já nã me recordava há uns bons anos.
Até o Porto foi brindado com pequenos flocos que ainda inundaram de branco flashes de telemóveis e máquinas fotográficas.
Muito bom, de facto.
Abraço
Pedro

Eugénia Proença disse...

Olá!
Obrigada pelo poema que fazia parte dos textos do meu livro de leitura da minha escolinha....
Raramente neva na cidade da Régua e quando acontece vou logo buscar a maquineta para fazer o registo, foi um delírio,ahahaha!... Os montes à volta estão branquinhos, linda paisagem duriense.

Tudo de bom para as ginastas e não fiquem muito tempo à lareira façam exercício pois aquece o corpo e alma.

Anónimo disse...

Ginastas!! Bom fim-de-semana! Este sem neve, ainda que com chuva! :)
Mas que seja bom na mesma! E divertido!

I'm taking my time! :)

Kiss kiss! :)

Teresa

São disse...

Como a neve transforma a paisagem!

Eu ,que conheço bem a cidade, não consegui identificar Lamego...

Bom domingo

Vitinhobinho disse...

Bom dia. Adorei o Blog e sua forma de se expressar. Da uma passada no meu blog e comenta la http://vitinhobinho.blogspot.com/

Multiolhares disse...

penso que quase por todo o lado existiram os tais floquinhos, mas por aqui foi só mesmo frio, e deve de ser lindo ver nevar na praia
beijinhos

Marisa disse...

Que paisagem maravilhosa! Há anos que não toco em neve :( É um crime quase não cair no país todo eheh
♥ Convido-te a visitar o meu blog de acessórios e bijuteria. Espero que gostes e voltes mais vezes. Bjinho ♥